Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2021

Saúde
Segunda-feira, 16 de Julho de 2018, 16h:14

Alerta

Alimentos ultraprocessados e seus riscos para a nossa saúde

Sarah Moreira

Reprodução

Os alimentos ultraprocessados são alimentos que passaram por muitas “transformações”, ou processos, até chegar ao produto em si! É composto por enormes quantidades de açúcares, sódio e gordura hidrogenadas, com a finalidade de ter uma grande "vida de prateleira". Quanto maior a durabilidade do produto, mais ultraprocessado ele é.

 

“O sódio e o açúcar, ao serem consumidos, passam pelo processo de absorção e em seguida são levados a corrente sanguínea. Em níveis elevados de consumo do sódio podem levar a um processo de hipertensão arterial elevando a pressão do indivíduo, dificultando o fluxo de sangue. O açúcar consumido em grande quantidade pode aumentar os níveis de insulina, correndo o risco de formar um processo inflamatório no organismo” disse a estudante de nutrição Kathriny Stteffany Alves de Carvalho.

 

Por dia, a quantidade que devemos receber de açúcar são 25 gramas, o que equivale a 6 colheres rasas de chá. De sal, diariamente o consumo deve se limitar a 5 gramas equivalente a uma colher de chá. Nessas 5 gramas possui 2 gramas de sódio que é o recomendado. A gordura hidrogenada não é recomendada para consumo por ser rica em gordura trans.

 

Esse tipo de gordura (gordura trans) consumida em excesso, aumenta o nível de colesterol total, aumenta o LDL (colesterol ruim) e diminui o HDL (colesterol bom).

 

Exemplos de alimentos ricos em gordura trans: sorvete, margarinas, batatas fritas e cremes vegetais. Alguns alimentos ultraprocessados: refrigerantes, salgadinhos de pacotes, molhos industrializados e mistura para bolo.

 

“Então o risco é grande, muitas vezes não estamos cientes das grandes quantidades de sódio, açúcares e gorduras que o alimento possui, e ingerimos em grandes quantidades. Isso é prejudicial à saúde, pois pode resultar em doenças crônicas não transmissíveis como: Diabetes, Hipertensão, Hipercolesterolêmica” alertou a estudante Kathriny.

 

Alimentos ultraprocessados devem ser evitados devido a grande quantidade de calorias vazias, que não possuem nutrientes favoráveis a nossa saúde. Outra medida a ser adotada, é estar alerta aos rótulos dos alimentos, prestando atenção na quantidade recomendada que o componha.

 

É importante não consumir porções elevadas, e nem com muita frequência.

 

Comentários










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.